COMO PREVENIR A ANGINA DE PEITO

O que é a angina de peito?

É um problema do coração que se manifesta como dor no peito, bem como uma sensação de compressão ou peso no peito. Quando o ataque de angina é grave, a dor pode estender-se para o ombro esquerdo e ao longo do braço, nas costas, pescoço e mandíbula.

Os sintomas de desconforto e dor são despoletados quando ocorre o estreitamento das artérias coronárias que levam sangue e oxigénio ao músculo cardíaco. Portanto, quando o tecido do músculo do coração não recebe sangue e oxigénio suficientes, pode causar estreitamente e entupimento das artérias coronárias, ocasionando o ataque de angina de peito.

Quais são os principais factores de risco?

Excesso de gorduras saturadas e colesterol

Taxa elevada de níveis totais de colesterol e triglicéridos

Um HDL baixo e altos níveis de LDL

Excesso de homocisteína no sangue

Excesso de peso, stress,  ansiedade e hábitos de fumar

Diabetes e hipertensão arterial

Como prevenir a angina de peito

É essencial adoptar uma alimentação equilibrada, eliminando gorduras ruins, ou seja,  reduzir o consumo de alimentos que contêm colesterol, gorduras saturadas como manteiga, cremes, queijos, fritos, carnes gordas. Reduzir os alimentos que são fonte de gorduras trans, que podem ser identificadas pelas palavras “óleo vegetal parcialmente hidrogenado”, indicado na embalagem dos produtos alimentares.

Consumir gorduras boas como ómega 3, azeite , óleo de linho, óleo de soja, etc.

O consumo de frutos é primordial e, particularmente framboesas, morangos, amoras, mirtilos, papaia, manga,  e outros frutos vermelhos, são muito eficazes no combate aos radicais livres,  responsáveis pela deterioração do sistema cardiovascular.

Consumir verduras de folha escura, legumes coloridos, alho e cebola com abundância.

Controlar o peso é fundamental

Está comprovado que a obesidade e o excesso de peso entre as pessoas com mais de 40 anos, aumenta o risco de morte por doença cardiovascular e, que o maior perigo no sistema cardiovascular, surge da gordura visceral, resultando na redução do fluxo sanguíneo nas artérias  coronárias. Existem estudos que mencionam que a gordura visceral é metabólicamente mais activa e, promove o desenvolvimento da arteriosclerose e, por conseguinte da angina de peito.

Exercícios de respiração profunda ajudam a superar a ansiedade e nervosismo e exercícios de resistência fortalecem o sistema cardiovascular. Caminhar e nadar são dois bons exemplos para tonificar o sistema cardíaco.

Juvenal Silva (Naturopata)

Cédula Profissional 0300193 – ACSS

emSaúde Natural
This service has regrettably been disabled. This message is purely being displayed as to not cause any damage to any website connected to this feature.

Construído por: InforEco Torres Novas